Vindima de 2011

by | Vindimas

Esta foi uma das vindimas mais extraordinárias de que há memória no Douro. Depois de um inverno chuvoso, principalmente em dezembro, chegou uma Primavera que trouxe consigo fortes vagas de calor e secura. Isto traduziu-se num grande impulso nos ciclos de maturação das videiras durante Abril e Maio. Mas a severidade que se sentiu nestes meses, encontrou pelo caminho um verão mais fresco e seco, que deixou que o final de maturação terminasse mais calmamente, repondo as datas normais de vindima. Um novo aumento das temperaturas no final de agosto e início de setembro, foi essencial para terminar o ano vitícola com a concentração ideal nos mostos. Nem mesmo a queda de chuva intensa no início de setembro perturbou o estado sanitário e a qualidade das uvas deste ano, que se revelou excecional. Os mostos extraídos exibiam uma cor profunda e um notável equilíbrio, com acidez marcada e um corpo estruturado. Era já o prelúdio de uma das melhores colheitas a que o Douro assistiu, tanto para Vinho do Porto como para os Vinhos DOC Douro.

NEWSLETTER DE VENTOZELO

Receba no seu e-mail as novidades da Quinta de Ventozelo.

Regulamento Geral de Proteção de Dados

Subscrição bem sucedida!