Quinta de Ventozelo

História & Natureza

Parar…

… e reparar. São muitas as sensações que se experimentam quando nos detemos na Quinta de Ventozelo. Não é só a vista sobre o Douro, ou as vinhas desenhadas, que surpreendem. É também o silêncio avassalador, expectante, e a riqueza inconfundível de aromas que nos enchem o peito a cada passo. A amplitude do que se sente ao visitar a Quinta faz-nos querer conhecer profundamente este lugar.

No Passado

A Quinta de Ventozelo era terra cultivada pelos monges de Cister, grandes impulsionadores da agricultura local e fundadores do vinho do Porto, que povoaram a região na Idade média. A primeira referência histórica de Ventozelo data de 1288, mas por volta de 1500, por emprazamento ao mosteiro Cisterciense de S. Pedro das Águias, que entrou na posse dos fidalgos da Casa do Poço, de Lamego, que a fundaram como Quinta.
Esta é uma das maiores e mais antigas Quintas do Douro. Foi passando por diferentes mãos ao longo dos séculos, mãos que a foram moldando e transformando até àquilo que é hoje.

O Presente

Em 2014 a Quinta de Ventozelo foi adquirida pela Gran Cruz, a maior empresa exportadora de vinho do Porto em Portugal, que já transformava as suas uvas desde 2011.
A estratégia da Gran Cruz busca, desde esse momento, valorizar o enorme potencial da propriedade. Isto passa não só por trabalhar a riqueza e diversidade dos seus vinhos, mas também por apostar no azeite, no enoturismo e no turismo de natureza.
Num envolvimento total com este lugar e o seu terroir, todo o trabalho desenvolvido tem como principal foco privilegiar e preservar a sua simplicidade e autenticidade.

O Futuro

O projeto de Ventozelo quer transformar a Quinta numa propriedade modelar e única na região, sem perder de vista a sua história. Afirmar a excelência dos seus vinhos e outros produtos agrícolas, salvaguardar a riqueza natural dos seus habitats e fomentar a biodiversidade, são passos fundamentais para garantir a sua sustentabilidade produtiva e ambiental a longo prazo.
O desafio proposto passa por afirmar o prestígio e notoriedade da marca Ventozelo, fugindo à rotina e explorando novos caminhos. E isto implica arte. Não só arte no sentido de saber-fazer com maestria e brio, mas arte aliada à capacidade de inovação científica e técnica, num cruzamento de saberes que se reforçam, entre tradição e modernidade. Queremos que a Quinta de Ventozelo seja cada vez mais um lugar que oferece sensações únicas e memoráveis, seja através de experiências de Natureza, dos vinhos, do azeite ou mesmo só da contemplação.

O Lugar

Situada na margem esquerda do Douro, ao chegar a Ervedosa, a Quinta de Ventozelo é das mais bonitas e impressionantes da região. Este vasto anfiteatro sobre o rio são “as portas do silêncio do Douro”, onde o tempo parece correr mais devagar. A tranquilidade e a ligação plena à Natureza são o valor intangível principal desta Quinta.

O Lugar

Situada na margem esquerda do Douro, ao chegar a Ervedosa, a Quinta de Ventozelo é das mais bonitas e impressionantes da região. Este vasto anfiteatro sobre o rio são “as portas do silêncio do Douro”, onde o tempo parece correr mais devagar. A tranquilidade e a ligação plena à Natureza são o valor intangível principal desta Quinta.

À noite vêm-se as estrelas.

As noites são extraordinárias na Quinta de Ventozelo.

A Diversidade

A geografia singular da Quinta de Ventozelo confere-lhe inúmeras possibilidades de exploração. Uma grande área está ocupada por mata mediterrânica onde muitas espécies da fauna e da flora encontram abrigo. A nível agrícola, produções como o azeite, mel, frutas e cortiça ocupam também o seu lugar, com a viticultura a destacar-se como a principal atividade. É uma verdadeira reserva da biodiversidade duriense.

A Vinha

As condições excecionais de solo e clima de Ventozelo propiciam uma vitivinicultura de excelência. De entre todas as espécies e culturas que aqui coabitam, esta é a que predomina. Os cerca de 200 hectares, com mais de um milhão de videiras plantadas, estendem-se desde a margem do Douro, a cerca de 130 metros, até ao alto da quinta, acima dos 500 metros, onde as uvas atingem notável frescura.
O objetivo da equipa técnica é potenciar a diferenciação e a excelência desta terra, a partir da sua diversidade de altitudes, exposições, idade das vinhas, densidade de plantação, variedade de castas e sistemas de condução.
Compreender esta complexidade e adaptar as melhores práticas vitícolas para obter vinhos únicos, é um desafio aliciante. Cada vinho de Ventozelo preserva a essência deste lugar, sempre com a elegância e equilíbrio dos grandes vinhos do Douro.

As pessoas

Se a Quinta de Ventozelo é hoje um verdadeiro santuário do Douro, é devido ao trabalho de muitas mãos, todas empenhadas num mesmo objetivo: cultivar, cuidar, valorizar e – sobretudo – honrar este grande tesouro que nos foi dado.
No final, são as pessoas que fazem a diferença. O empenho e dedicação alegre de todos – desde a viticultura à colheita, à transformação, à criação de lotes, à comunicação e à venda – é o que dá corpo e alma a este projeto e que o transporta do Douro para o mundo.

NEWSLETTER DE VENTOZELO

Receba no seu e-mail as novidades da Quinta de Ventozelo.

Regulamento Geral de Proteção de Dados

Subscrição bem sucedida!